terça-feira, 8 de novembro de 2011

EXPLOSÃO DA NATUREZA




Irrompe a força do touro
em pastagens verdejantes
de um coração nômade,
errante.

Fogoso qual jovem animal,
livre por sobre a campina,
a correr célere,
traquina.

Garrido,intrépido,altaneiro,
intenso em seu aparecer
vem o amor
acontecer.

Toma todos os espaços,
cerca em breves compassos
enrola,envolve,aconchega,
isola.

Em meio à fúria incontida,
diferentemente de outra lida,
arrasta aos píncaros,
cosmifica.

Sensação de delírio insano,
o próprio passar acalma.
Tal corrente de águas claras,
Flui plácido!



(Mariney K.)

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

ROCHA MOUTONNÉE





R elíquia reconhecida,
O riunda de geleiras.
C avada,rara e erodida
H á,em si,história infinda.
A presenta facie linda !

M onte de estranha frente,
O velha lhe é parente.
U rge mérito galardão,
T razido na ocasião,
O utorgado por poesia.
N uvem de louros e palmas
N esta reunião festiva,
É, mui justa,esta inventiva.
E m Salto,se encontra a alma!
 (Mariney K.)

domingo, 14 de agosto de 2011

FELIZ DIA DOS PAIS


Pai!
Pode ser que daqui a algum tempo
Haja tempo prá gente ser mais
Muito mais que dois grandes amigos
Pai e filho talvez...

Pai!
Pode ser que daí você sinta
Qualquer coisa entre
Esses vinte ou trinta
Longos anos em busca de paz...

Pai!
Pode crer, eu tô bem
Eu vou indo
Tô tentando, vivendo e pedindo
Com loucura prá você renascer...

Pai!
Eu não faço questão de ser tudo
Só não quero e não vou ficar mudo
Prá falar de amor
Prá você...

Pai!
Senta aqui que o jantar tá na mesa
Fala um pouco tua voz tá tão presa
Nos ensine esse jogo da vida
Onde a vida só paga prá ver...

Pai!
Me perdoa essa insegurança
É que eu não sou mais
Aquela criança
Que um dia morrendo de medo
Nos teus braços você fez segredo
Nos teus passos você foi mais eu...

Pai!
Eu cresci e não houve outro jeito
Quero só recostar no teu peito
Prá pedir prá você ir lá em casa
E brincar de vovô com meu filho
No tapete da sala de estar
Ah! Ah! Ah!...

Pai!
Você foi meu herói meu bandido
Hoje é mais
Muito mais que um amigo
Nem você nem ninguém tá sozinho
Você faz parte desse caminho
Que hoje eu sigo em paz
Pai! Paz!...


(Fábio Jr) 

domingo, 8 de maio de 2011

DIA DAS MÃES



Mulher, aquela que Deus confiou em guardar dentro de si uma vida. Tem a missão de entregar ao mundo pequenos tesouros chamados de filhos. Jóias, que irão ser lapidadas pela vida. Mulher, quem me dera, se todas pudessem ser chamadas de Mãe, porque neste nome, há algo especial. Forte, amiga, protetora, carinhosa, meu porto seguro e que não há lugar melhor no mundo, que é estar ao seu lado. Para as mães de verdade, FELIZ DIAS DAS MÃES!

(Marlos Augusto,meu filho) 

quinta-feira, 28 de abril de 2011

 SERRA DA TIRIRICA



S antuário de coisas vivas
E splendor da Natureza
R elicário de rara beleza
R espira verdade ativa
A inda com realeza

D a bromélia e do jerivá
A brigo do caiapiá

T iririca, como é chamada
I nsana erva, o batismo,
R egaço p´ro tamanduá
I ntensas fendas e abismo
R eserva para o tucano
‘I nda p´ro gato do mato
C actus, por cobertura
A clamada, aqui estás!

(Mariney K.) 

terça-feira, 5 de abril de 2011


APELO


Ahhhh telefone!

Porque continua mudo?

Esta paixão, que se foi,

era meu mundo meu tudo.

E agora me pego só,

esperando este chamado!



Lembra que eu existo,por favor!

Não consigo esquecer você

e este amor!



Ahhhh telefone!

Porque você não me chama?

Diga que foi tudo um engano

Que estamos bem novamente

P'ra termos,de novo,o mundo

girando em nossa cama!

(Mariney K.) 

terça-feira, 22 de março de 2011

DIA MUNDIAL DA ÁGUA

 
PLANETA ÁGUA 
 
 
 
Água que nasce na fonte
Serena do mundo
E que abre um
Profundo grotão
Água que faz inocente
Riacho e deságua
Na corrente do ribeirão...

Águas escuras dos rios
Que levam
A fertilidade ao sertão
Águas que banham aldeias
E matam a sede da população...

Águas que caem das pedras
No véu das cascatas
Ronco de trovão
E depois dormem tranqüilas
No leito dos lagos
No leito dos lagos...

Água dos igarapés
Onde Iara, a mãe d'água
É misteriosa canção
Água que o sol evapora
Pro céu vai embora
Virar nuvens de algodão...

Gotas de água da chuva
Alegre arco-íris
Sobre a plantação
Gotas de água da chuva
Tão tristes, são lágrimas
Na inundação...

Águas que movem moinhos
São as mesmas águas
Que encharcam o chão
E sempre voltam humildes
Pro fundo da terra
Pro fundo da terra...

Terra! Planeta Água
Terra! Planeta Água
Terra! Planeta Água...

Água que nasce na fonte
Serena do mundo
E que abre um
Profundo grotão
Água que faz inocente
Riacho e deságua
Na corrente do ribeirão...

Águas escuras dos rios
Que levam a fertilidade ao sertão
Águas que banham aldeias
E matam a sede da população...

Águas que movem moinhos
São as mesmas águas
Que encharcam o chão
E sempre voltam humildes
Pro fundo da terra
Pro fundo da terra...

Terra! Planeta Água
Terra! Planeta Água
Terra! Planeta Água...
 
 
(Guilherme Arantes)

sexta-feira, 11 de março de 2011

DIVÓRCIO 



Que vazio triste e traiçoeiro

descobrir desamor invasor

após afeto completo inteiro.


Pranteio este desperdício

Deploro estes indícios

Que atestam este final.


Errado rumo tomado

por corações desalmados

tão pouco fiéis aos intentos

de belos e raros sentimentos

sem eco em outra relação,

que não essa solidão,

de dois vivida aos tropeços

em hiatos de fins e começos

sem nada chegar por sinal!

(Mariney K.)

quinta-feira, 10 de março de 2011

DIA INTERNACIONAL DA MULHER



Parabéns  à  NÓS  mulheres...

Que  abraçamos  o  mundo  com  a  nossa  doçura  e    nosso  amor...
Que  derramamos  nossas  lágrimas  de  carinho  e  solidariedade...
Que  povoamos  este  mundo  de  indivíduos  que  criam  e  constroem...
Que,  com  nosso  desapontamento,  lamentamos  os  mal  encaminhados  do  mundo....
Que  temos  ombros  para  compartilhar  a  dor  alheia...
Que  temos  a  vocação  do  perdão ...
Que  somos  esteio  dos  homens  e  das  crianças...
Que  somos  motivo  para  plantio  das  flores...
Que  somos  musas  para  belas  canções...
Que  somos   inspiração  para  lindas  poesias...
Que   temos  esperança  para  esse  mundo...
E  SEMPRE  seremos  a  possibilidade  de  algo  melhor  para  todos...
 Minha  homenagem,  neste  8  de  março...

(Mariney K.)